Notícias

Claudio Abrantes inclui na LDO prioridades para Samu, Metrô e Polícia Civil

Samu, Metrô e PCDF LDO

A Câmara Legislativa aprovou, nesta quinta-feira (28), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), com as bases para o orçamento de 2019. Entre as prioridades que deverão ser seguidas pelo Governo do DF, estão três áreas importantes apontadas pelo deputado Claudio Abrantes (PDT) em emendas à LDO: Saúde, Segurança e Mobilidade.

Na área da Saúde, a sinalização do parlamentar é para construção de bases do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O Ministério da Saúde tem deixado de repassar, por mês, R$ 817 mil para Secretaria de Saúde manter o serviço por descumprimento à portaria do órgão que estabelece condições para limpeza das ambulâncias, trabalho dos servidores e manutenção dos veículos.

Já na área de Segurança, a ideia de Claudio Abrantes é resolver uma demanda antiga da Polícia Civil, o Plano de Saúde, semelhante ao já existente para policiais militares e bombeiros. A demanda partiu do Sindicato dos Policiais Civis e foi atendida prontamente pelo deputado. Agora, faltará o governo enviar um projeto criando o Fundo para o plano e garantindo assistência aos policiais.

Por fim, a emenda do Metrô pretende garantir a equiparação salarial dentro da categoria, também a pedido do sindicato da categoria. Isso vai acarretar um nivelamento e isonomia que atingirá aproximadamente 80% dos empregados do Metrô, que tem um desnivelamento salarial com relação aos demais colegas do mesmo emprego e com o mesmo tempo de empresa.

“Nós debatemos as necessidades com cada área e com os sindicatos, que representam as categorias. Acreditamos que essas áreas sempre deveriam ser prioridade para o governo, mas, infelizmente, não tem sido assim”, disse Abrantes.